Fazendo mapa mental a partir de Lei (8.112)

Oi Pessoal,
tenho recebido muitos emails de pessoas que se interessam pelo mapas, querem fazer o seus, mas não conseguir ir muito além do nó principal.

Os mapas podem ser feitos feitos de assuntos téoricos, leis ou até mesmo a partir de questões.
Vou mostrar aqui como fazer um mapas a partir de uma lei.

Abaixo um trecho da Lei 8.112.

Art. 5o São requisitos básicos para investidura em cargo público:
I – a nacionalidade brasileira;
II – o gozo dos direitos políticos;
III – a quitação com as obrigações militares e eleitorais;
IV – o nível de escolaridade exigido para o exercício do cargo;
V – a idade mínima de dezoito anos;
VI – aptidão física e mental.
§ 1o As atribuições do cargo podem justificar a exigência de outros requisitos estabelecidos em lei.
§ 2o Às pessoas portadoras de deficiência é assegurado o direito de se inscrever em concurso público para provimento de cargo cujas atribuições sejam compatíveis com a deficiência de que são portadoras; para tais pessoas serão reservadas até 20% (vinte por cento) das vagas oferecidas no concurso.
§ 3o As universidades e instituições de pesquisa científica e tecnológica federais poderão prover seus cargos com professores, técnicos e cientistas estrangeiros, de acordo com as normas e os procedimentos desta Lei.

Passo 1: Copiar a lei para o mapa
Simplesmente colocando isso no mapas fica assim:


Mas isso não é muito diferente da lei, não é?

Passo 2: Reduzir o texto
Os mapas são baseados em palavras chaves, e quanto menos palavras melhor. Então vamos tirar os artigos, subistuir números por extenso por algorasmios, usar símbolos matemáticos quando possível. O texto também pode ser dividido para deixar claro todas informações contidas nele (ex.:§2º).

Pode ser que quando estiver fazendo, alguns galhos não possam ser reduzidos com muita facilicidade (ex.:§3º). . Neste caso, deixe assim. Em próximas revisões outas idéias vão surgindo.

Passo 3: Colorindo
A partir deste ponto, o mapa mental começa a ficar mais interessante. Neste passo vou usar uma cor para destacar os requistos que estão nos incisos e outra para informações complementares do parágrafos.
Dependendo da pressa, eu paro neste ponto. Assim já está melhor de lê que na lei e já passa a ser um ponto certral para fazer anotações futura sobre assunto.

Passo 4: Colocando imagens
Essa etapa é mais demorada e que requer mais trabalho. No post anterior eu postei dicas e links sobre imangens para mapas mentais.

As imagens devem representar o que está no galho.

Se não conseguir imagens para todos os galhos, é interessante que tenha pelo menos para os principais.

Agora sim temos mapa mental bonitinho!!

Dúvidas e sugestões, mande para gente contato@mapasequestoes.com.br


Twitter-icon Siga-nos no twitter, novidades e promoções exclusivas: @mapasequestoes
logo-ico-mini Cadastre-se no site www.mapasequestoes.com.br e ganhe um ebook de mapas mentais de Direito Constitucional - Artigo 5º - Direitos Fundamentais

  • Muito bom post! Estou a duas semanas tentando fazer alguns resumos através de mapas mentais. Confesso que fico sem saber o que colocar quando o tema é assunto técnico e principalmente quando é sobre leis. Faço um rascunho em um chamex e depois vou passar para um problema de computador. Estou usando o freemind(http://freemind.sourceforge.net), qual vc sua?

    Grato,
    Gilberto

  • Olá Gilberto,
    eu uso o mindmanager (www.mindjet.com).

    Outros mapas estão http://www.mapasequestoes.com.br

  • Olá!
    Adorei essa idéia de mapas mentais, nunca tinha ouvido falar, mas eu já faço uns esquemas e tals qdo estudo um certo artigo da lei.

    Mas essa idéia de imagens eé mto boa.
    Deve dar um trablhinho viu!

    Ei o preço dos seus mapas inclui todos os n] de mapas q tem do lado do preço é?não entendi.
    Ou é o preço de apenas 1 mapa?

    Abraços!

  • Oi Paty,

    o valor é o do ebooks de mapas mentais que é composto pela quantidade de mapas que tem ao lado do título.

  • Baseado neste exemplo posso dizer: estou indo pelo caminho certo.

  • Adorei!

You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed.

Trackbacks / Pingbacks